READING

Linkedin: Um dos touchpoints da sua marca pessoal

Linkedin: Um dos touchpoints da sua marca pessoal

Aproveitando que essa semana fiz um post sobre um dos pontos que eu acho falho no uso do Linkedin, vou dar algumas dicas sobre o uso dessa rede de network que nos ultimos tempos teve melhora significativa no que se diz respeito a usabilidade (apos a compra pela Microsoft)

Fazendo um link com o Personal Branding, o Linkedin assim como outros canais online pode ser parte da sua estratégia de comunicação. Personal Branding é a gestão da sua reputação, da sua influência em determinado segmento. E assim como o Branding de uma empresa, é um sistema complexo. Ou seja, a percepção e experiência de um usuário com uma marca pode se dar por diversos pontos de contato: seja ao ver uma logo, ao acessar o site ou ao utilizar o serviço. Assim também acontece com a sua marca pessoal. A sua reputação é consequência de diversos comportamentos, seja no mundo online ou offline.

Dependendo da sua audiência, o Linkedin será um dos seus principais canais de comunicação da sua marca pessoal. Mesmo que esse não seja o caso, ter o seu perfil completo e bem escrito é essencial, além de ser o primeiro cartão de visitas online, ele é muitas vezes a porta de entrada para diversas oportunidades.

Da mesma forma que causamos uma primeira impressão e somos, consciente e inconscientemente, avaliados durante uma primeira reunião, o mesmo acontece no mundo online. Sendo assim é importante cuidar de todos os pontos de contato e acesso do seu público com a sua marca pessoal para transmitir a credibilidade que você precisa para os seus negócios.

De maneira geral, tenha em mente que o que buscamos em qualquer perfil é responder a esses pontos:

  • Quem é você?
  • O que você pode fazer por mim?
  • Você tem credenciais do que você diz que pode fazer?
  • Quem mais endossa a sua expertise?

 

Abaixo estão os principais pontos para completar o seu perfil:

 

Headshot: é o espaço que é encontrado ao se fazer uma busca por profissionais. Inclui o seu nome, foto, headline, localização e indústria em que está inserido.

Foto do perfil: Complete com uma foto que seja adequada para um ambiente profissional, com boa nitidez e qualidade e que traga de alguma forma a sua identidade. Perfis com fotos são vistos 14 vezes a mais. Boa qualidade e posturas profissionais são essenciais. Outra dica é manter a consistência no padrão de fotos em todas as suas redes sociais.

Headline: Inclua o nome da sua empresa como seu headline apenas se essa marca for reconhecida e respeitada. Caso contrário, você estará perdendo um importante espaço de visibilidade para comunicar o seu trabalho. De maneira geral, tente responder às perguntas: quem é você e o que você faz. Você também pode deixar claro qual a sua proposta de valor e promessa de marca, dizendo o que você pode fazer para a sua rede. Apenas inclua o nome do seu cargo/posição se as pessoas entenderem o que significa.

 

Sumário

Uma das sessões mais importantes do seu perfil, esse é o espaço em que você pode contar a sua história tendo sempre em mente o interesse do seu público. Algumas perguntas que podem ajudar: Porque você está aqui? Qual a sua história? Porque devo confiar em você? O que já realizou? Onde quer chegar? Como pode me ajudar?

Escreva em primeira pessoa para se conectar de forma mais pessoal ao leitor. Se possível, deixe a sua personalidade ser notada pela sua forma de contar a sua história.

Dica: As duas primeiras linhas são as mais lidas pelo público. Então vá direto ao ponto e aproveite esse espaço para chamar atenção.

Lembre-se de usar palavras chaves relativas à sua indústria e às suas atividades. E não se esqueça de checar a sua gramática.

 

Complete seu perfil com suas experiências profissionais. Invista um pouco a mais de tempo para descrever as atividades que realizou em cada função e o que conquistou em cada uma delas. Deixe claro as suas principais habilidades e complete com outras informações tendo em mente qual a sua promessa de marca e o que pode ser relevante para endossá-la.

Tenha em mente de que o Linkedin é o seu network no mundo online. Explore o da melhor maneira possível e qualidade sempre será melhor do que a quantidade de contatos. Não saia adicionando e aceitando todo e qualquer contato, afinal, você estará de alguma forma associado a ele e algum dia pode ser requisitado a recomendálo. Claro, o Linkedin também pode e é bastante utilizado para prospecções comerciais, sendo assim, tenha como boa prática sempre deixar uma mensagem junto ao pedido de conexão explicando quem você é o que espera/motivo dessa interação.

Como toda e qualquer outra rede social, seja relevante no seu conteúdo oferecendo valor à sua audiência, e não apenas autopromoção. E lembre-se, aja de forma sustentável e construa a sua rede de contatos enquanto não precisa dela.


RELATED POST

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *