READING

Sua foto nas redes sociais e o que isso tem a ver ...

Sua foto nas redes sociais e o que isso tem a ver com a sua marca pessoal

Educação e experiência são relevantes quando se trata da sua vida profissional e, claro, da sua marca pessoal. Entretanto, o que muitos deixam passar é que uma boa imagem tem um peso grande ao criar uma boa primeira impressão favorável. A forma como você aparenta, age e fala são cruciais naqueles um décimo de segundo que alguém leva para fazer um julgamento sobre você.

Como empreendedor ou profissional você está sempre “on”. Você nunca sabe quando uma interação do seu dia a dia pode terminar em um relacionamento de negócios.

Antes o que era limitado às interações presenciais tomou grandes proporções, já que você pode ser visto e acessado de várias formas por canais online. E dessa forma, a sua imagem (no caso as suas fotos) é o que irá predominantemente determinar a primeira impressão que você passa. E essa imagem tem o poder de criar uma conexão instantânea ou afastar seus potenciais clientes.

Muitos podem achar esses pequenos detalhes irrelevantes com tantas outras preocupações. Esses detalhes, entretanto, formam um quebra-cabeça na mente das pessoas que inconscientemente, junto a outros fatores, criam uma percepção sobre quem você é.

Por isso, não perca a chance de chamar a atenção e capturar a curiosidade do seu público com suas fotos e vídeos. Desenvolver uma marca pessoal forte e uma “voz” visual cria uma conexão instantânea e induz seus potenciais clientes a clicar para saber mais sobre você.

Ao checar suas fotos em seus canais online: elas refletem quem você é presencialmente? Elas estão atualizadas? São de boa qualidade? Refletem o profissional que você é ou quer ser? Uma das chaves para a construção de uma marca pessoal forte é ter uma presença digital atualizada, alinhada com sua essência e de forma autêntica.

O Linkedin é uma das principais redes nas quais estamos expostos e ela tem um peso, já que se trata de uma rede exclusivamente para objetivos profissionais. Sendo assim, a escolha da sua foto na rede deve estar alinhada com estes objetivos.

Para ilustrar o tema e adicionar uma curiosidade aqui, resolvi fazer um teste com minhas fotos para ver como eu sou percebida. Para isso, criei uma conta no Photofeeler.com. No site, você pode também avaliar fotos de outras pessoas (dar notas, fazer comentários) tanto para objetivos profissionais quanto para objetivos pessoais (talvez você também queira testar se a sua foto é a melhor opção para o app de paquera).

Eu testei 4 fotos (Escolhi algumas mais e outras menos profissionais de forma proposital). Os resultados variaram em três pontos: competência, simpatia e influência.

photofeeler 1

photofeeler 2

Nessa foto recebi alguns comentários como: Parece nova; Iria preferir se fosse tirada em um ângulo diferente ou se estivesse em uma rotação mais adequada. Nesse caso, pelo jeito simpatia eu tenho. Mas não acho que essa seja uma foto adequada para um perfil profissional.

photofeeler 3

Na foto acima, o caso é ainda mais extremo. A percepção de influência e competência cai drasticamente. Nos comentários, a mesma afirmação de que pareço nova. Posso até ganhar o concurso de Miss Simpatia, mas definitivamente vou guardar essa foto para outras ocasiões, não para o Linkedin.

photofeeler 4

Essa foi uma foto que planejei tirar em um dia no escritório, já que eu estava em falta de fotos com maior qualidade e atualizadas. Passei a utilizá-la em algumas redes (Google plus, Twitter) e em convites de participações de alguns eventos. Comparada às anteriores, a percepção sobre os três pontos aumentaram, em especial minha competência e influência profissional. Apesar disso, um dos comentários foi: Não parece profissional. Enquanto outros três feedbacks que tive foram: O fundo da foto distrai a atenção.

photofeeler 5

Essa última foto é a utilizada atualmente no meu perfil do Linkedin. E coincidentemente é a que melhor se adequa à rede profissional (segundo o teste). Essa foi uma foto que tirei no mesmo dia que a anterior e também a uso em outros perfis (Facebook, por exemplo).

A conclusão que tirei foi que obtive esse resultado devido a algumas mudanças sutis na posição: não estou olhando tão diretamente para a câmera, minha cabeça está levemente inclinada para cima e estou sorrindo um pouco menos do que a anterior. Talvez esses detalhes possam ter passado a impressão de que eu seja mais influente na minha área.

Bom, essas análises do Photofeeler não são científicas, é claro, mas de toda forma são interessantes. Você pode colher feedbacks interessantes e elas refletem como sua própria imagem pode promover ou prejudicar seus esforços profissionais no mundo online.

Nas redes sociais, sua foto é sinônimo da sua marca. E, por isso, eu sugiro que você use a mesma foto (ou com padrões similares) em todos esses canais. Escolha uma que o represente bem e use-a de forma consistente.  Caso contrário, você estará diluindo o poder da sua marca e dando trabalho ao seu público para lembrar-se de você. Imagine se sua marca favorita alterasse logo, cores e design todo mês? Marcas pessoais são reconhecidas com mais rapidez utilizando consistência e frequência.

Para finalizar, algumas dicas rápidas para você avaliar na próxima escolha da sua foto:

– Qualidade: Boa resolução, iluminação e foco são pontos importantes que influenciam na qualidade e no resultado final da sua foto.  Lembre-se que a foto faz parte do seu cartão de visita e do seu “material de marketing”.

– Sorriso: Um sorriso genuíno te conecta de forma positiva ao seu público.

– Cabelo: O seu cabelo está arrumado e possui um ar profissional? O momento ideal para cortar ou pintar o cabelo é de 10 dias a 2 semanas antes de agendar a sua sessão fotográfica.

– Olhar: Você está olhando diretamente para a câmera? Caso contrário, você poderá não passar a imagem de alguém confiável ou aberto.

– Óculos: De sol, nem pensar. A recomendação é tirar os óculos para que não haja reflexos ou uma barreira entre você e seu público. Entretanto, caso o óculos faça parte da sua marca pessoal, faz total sentido usá-los.

– Roupas e jóias: Para o Linkedin, eu recomendo uma foto que enquadre cabeça e ombros. Por isso, a escolha da roupa e acessórios é importante para a foto. Escolha o que condiz com o seu perfil e que se destaque de forma positiva e profissional, sem exageros. Cuidado também com a cor e o contraste do fundo escolhido para a foto.

– Maquiagem: Para as mulheres, a maquiagem deve ser leve e natural para ressaltar a beleza e não agir como uma máscara. Para homens e mulheres, pó compacto para o rosto para retirar a luminosidade facial durante a sessão.

Com cada vez mais pessoas checando o seu perfil online, sua foto pode ser a primeira impressão que você transmite. Invista tempo e recursos necessários. Os ganhos e oportunidades abertas poderão ser surpreendentes.


RELATED POST

  1. Queria compartilhar e citar vc no Twitter mas não achei o seu @ 🙂

    • Juliana

      10 março

      Ei Elton!
      É @jujusal

      🙂

  2. ótimo texto, muito detalhado .. parabéns

    • Juliana

      22 março

      Obrigada Paulo! 🙂

  3. Elaine

    23 março

    Que interesssante Juliana! Parabéns! Texto objetivo e didático!

    • Juliana

      23 março

      Fico feliz que gostou Elaine! 🙂

  4. Renato

    14 abril

    Boa Ju, sucesso na nova empreitada. Vamos ver se marcamos uma conversa? Quando vier a SP avisa! bjs 🙂

    • Juliana

      15 abril

      Obrigada Renato!
      Pode deixar que te dou um toque 🙂

  5. Jair

    12 junho

    Muito bom.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *